inéditos
                feitiços
                  edson cruz

 

 

       Eu
                                      

um ser
atônito como um deus
absorto

em meu rosto
gotas de um mar
morto

 

 

 


                         Feitiço
                  _________                    

algo assim tão
inatural
que chega a ser
outra natureza

algo sim não
mais factício
por demais tal
coisa feita

que de tão artifício
vira arte
vira livro
vira ofício

 

 

 


      Gonfotérios na Paulista
                                                                      

quando os helicópteros tomarem o céu
de assalto e não houver mais espaço para os arranha-céus
arranharem a nervura dos pés de Júpiter

sairei pela Paulista nu e mijarei na vitrine de todas
as lojas de roupas masculinas

quando Hollywood invadir a tela
de meu micro e não houver mais tempo para que o ouvido
escute o soar das libélulas em cópula

me tornarei um vírus paraguaio e sedento a infectar
jovens virgens e sardentas

quando tudo que criamos der em nada
e meus sonhos mais malucos couberem num grão
de chip Made in India

vestirei minha máscara de gonfotério e sairei
por aí a procurar alfaces cultivados em bacias d’água

tudo isso farei ao som de um mantra tão exótico
que a solidão dos seres vibrará em uníssono supersônico
e arrasará o que ainda restar de escombros e sonidos

 

 

 

 

    Somenos
                              

se no hoje contemplamos o ontem
o que dizer do amanhã que nos almeja?

se no tanque afogamos a rã
o que fazer da morte que sobeja?

se no vôo a libélula se espanta
o que escrever com o sangue que goteja?

 

 

 


                    Tombo
                       _________                

anuros
de etimologia obscura

mergulhos
em tanques imundos

sapos coaxando ali
tudo à revelia de mim

apupos
n’alma

 

 

 

             

 

Edson Cruz nasceu em Ilheús-BA e reside em São Paulo-SP. Poeta, músico e editor do site Cronópios. Graduando em Letras na Universidade de São Paulo - USP. Os poemas acima fazem parte do livro inédito Feitiço.

 

;:;;

;;:

+ LITERATURA

  ]  poesia  ]  Cândido Rolim  ]  Carlos Besen  ]  Daniel Glaydson  ]  Edson Cruz  ]
Jader Neto 
Lau Siqueira  Luis Benítez  ]
Paula Ziegler

  
® dramaturgia ®  Léo Mackellene  ®
Nilto Maciel 
®  Rafael Martins
 

ADJACÊNCIAS

}  artigos  }  A. Zarfeg lê Varderlei Lourenço
}  Chico Lopes fuma com Llosa e Flaubert
}  Dimas Carvalho consola Paulo Honório
}  José Arrabal ala Gonçalves de Magalhães
}  Luis Benítez mira y antologíza Pizarnik
}  Mauro Mendes afina a viola de Virgílio
}  Paulo de Toledo autofala para os poetas

:;;

;;:;

.: editorial :

  Alice                       Arrabal                       Glaydson

.: contato .

 famigerado@famigerado.com